Dicas Para Estudar – P&R

writer-1421099_1920Pergunta

Olá Natan,
Como você é estudante de seminário acredito que você deva ler e estudar bastante e gostaria que me ajudasse numa dúvida bastante pessoal acerca de estudo.

Nos últimos meses tenho cada vez mais me interessado em estudar a Bíblia e Teologia, gostaria que tu me desse algumas dicas (ou talvez relatasse como funciona pra você) sobre seus estudos. Tenho lido alguns
bons livros ultimamente mas parece que há uma certa dificuldade em absorver bem aquilo que eu leio, por exemplo, estou lendo um livro sobre o calvinismo e por mais que eu esteja concentrado na leitura e livre
de distrações eu absorvo pouco daquilo que eu li, mesmo que em toda leitura eu procure anotar os pontos principais, sei lá, talvez isso seja normal mesmo haha, mas como funciona pra você? Como você estuda
e como você desenvolve ele (o estudo)?

E outra, em relação ao inglês, eu particularmente tenho um inglês bom, consigo ler e entender muito bem, você entende e absorve de um livro em inglês da mesma maneira que um livro em português? Digo isso pois
estou lendo um livro em inglês e parece que eu lembro menos ainda daquilo que leio.

Sei que é um cara ocupado mas gostaria de ouvir isso de você.
Continue com o bom trabalho e que Deus possa ser glorificado através da sua vida.
Graça e Paz mano!

Resposta

Obrigado pela pergunta, irmão!

Bem, quando eu estava no ensino médio eu sempre tirei notas baixas, até que entendi que o estudo glorificava a Deus (fui convertido no último ano do EM). Mas sempre, sempre tive dificuldades de estudar coisas que não tenho interesse. Por exemplo, após terminar este email tenho que ler um livro bem básico sobre evangelismo, mas minha mente diz “estude as teorias de necessidade numérica de Platão, dane-se a faculdade”. Sim, parece que tem um diabinho na cabeça querendo que eu perca minha bolsa de estudos. Resumindo, eu tenho muita dificuldade de estudar aquilo que não tenho interesse. Digo isso para que você não se sinta a única pessoa no planeta (sei que sua afirmação não foi devido a falta de interesse, mas só posso te falar o que aprendi comigo mesmo).
Quando eu descobri que eu viria estudar nos EUA eu estava cursando teologia no ITBC. Neste curso confesso que estudei pouco, pois o curso não me desafiava tanto assim (porém recomendo para todos que estão começando o estudo teológico). Após ter certeza que eu viria, eu dei um jeito de descobrir quais livros deveria ler para começar um passo a frente dos outros alunos. Eu nunca fui leitor rápido (demoro horas para ler um capítulo) porque sou perfeccionista. Mas em quatro meses eu li aproximadamente uns 20 livros teológicos. De Tim Keller a C. S. Lewis, devorei tudo. Então eu diria para você que a motivação é um bom combustível para seu estudo. Se você sabe que deve crescer no seu conhecimento de Deus, como afirma 2 Pedro 3:18, você tem uma missão que exige que você estude sobre Deus. Da mesma forma se você sabe que precisa saber responder à perguntas sobre sua fé, como 1 Pedro 3:15 coloca, você precisa estudar apologética. Não afirmo que você tenha de ser renascentista e ser um ávido conhecedor de tudo, Deus te livre dessa carga (já basta eu tentar carregá-la e quebrar a cara)! Mas você precisa conhecer a Deus, e seu relacionamento com Deus envolve que ele fale. Como sabemos que ele não fala mais pelo filho e nem por profetas, você só tem uma fonte: a Bíblia (confira Hebreus 1:1-2 e 2 Pedro 1:16-21).

Dicas Para Seu Estudo

Mudando o foco da teologia, eu quero te dar algumas dicas práticas:
1. Não acredite nessa história de TDAH. O dr. Leon Eisenberg, aquele que “descobriu” a doença do déficit de atenção, em seu leito de morte confessou que a doença é uma farsa e que ela não existe. Não coloque a culpa da sua falta de foco em uma doença que nem existe (eu fui diagnosticado com isso e tomei remédio por longo tempo). Peça ajuda a Deus sempre que for estudar e bote essa cabeça para ferver.
2. Ore. Certa vez pedi a meu amigo Thiago Zambelli, que me ajudasse a entender como ler melhor em inglês. Ele me disse para orar, porque é assim que ele faz. Sua ordem seguiu de um, “e cara, você não tem idéia de como está ajudando”. Orar é o principal, peça ao Deus do conhecimento que te dê mais desse conhecimento.
3. Desligue tudo ao seu redor. Celular, tablet, tudo. Velho, tudo, sério. Preste atenção naquilo que você está fazendo e nada mais.
4. Facebook e redes sociais são o fast-food do cérebro, de acordo com Carl Newport. Eu li dois livros dele e ouvi alguns podcasts. Ele é muito estudioso e de fato existe estudos que comprovam que mídia social treina seu cérebro para não prestar atenção por tempo prolongado em uma coisa (quando foi a última vez que você ficou 8h em cima de um livro? Agora me diga se você não teria facilidade de ficar 8h no Netflix ou em alguma rede social). Durante meu semestre eu deleto redes sociais do meu smartphone para não cair na tentação de ficar usando sem parar.
5. Use seu smartphone de forma inteligente. Procure aplicativos como Habitica, Forest, e sites como o Beeminder para te ajudarem a crescer. Eu uso todos eles e eles mudam minha vida.
6. Algumas pessoas acham útil o uso de um Pomodoro (você pode baixar no seu smartphone). Durante 25 minutos você deve estudar, e somente isso. Deu uma vontade de fazer algo? Não faça. Lembrou que precisava fazer outra coisa? Anote em um papel e faça depois. Isso é treinar seu cérebro. Infelizmente, atenção não vem rapidamente e você precisa se treinar (você é seu próprio treinador Pokemon, quão fantástico é isso?!).
7. Nas pausas do seu Pomodoro vá ao banheiro, tome um suco, coma uma barrinha de cereal, etc. Basicamente faça qualquer coisa sem se distrair em algo digital. Após uma hora de estudo recompense seu cérebro com um chocolate ou algo que quebre sua dieta, ele merece.
8. Organize seus estudos durante a semana. Quando eu percebo que eu tenho 600 páginas para ler, dois artigos para escrever, um para traduzir, dois estudos para dar na igreja, e mais as aulas que tenho que ir eu percebo que eu não tenho tanto tempo livre quanto penso que tenho. Não caia no erro chamado “planning fallacy”, que faz com que creiamos que temos mais tempo do que realmente temos. Planeje seus horários. Tem três capítulos para ler hoje? Cronometre quanto tempo você leva para ler uma página. Some esse tempo total e acrescente mais 20% do total. O total+20% é uma média de quanto tempo você deveria levar. Agora considere imprevistos e verá que você pode levar até duas vezes o tempo planejado para fazer algo. Eu planejo tudo, cada 10 minutos da semana está planejado. Se algo dá errado eu simplesmente reorganizo a agenda, mas eu nunca chego no final da semana dizendo, “cara, não fiz nada a semana inteira”.
9. Estude sobre leitura ativa. Ler para ler e ler para entender são coisas diferentes. Leitura ativa é um método que eu gostaria de explicar em vídeo então vou deixar para outro momento. Mas digo que Thomas Frank, do College Info Geek, tem boas dicas sobre esta técnica.

E O Estudo Em Outras Línguas?

Sobre o inglês, meu caro. Tudo vem com tempo e prática. Eu moro em uma casa com 3 crianças e um adulto que só usa a voz no volume máximo. Eu aprendi a me concentrar com música alta, algo que não conseguia. Se você se forçar a ler no inglês você vai acabar aprendendo. Eu aprendo em inglês melhor do que em português, brother. Até escrever eu escrevo em inglês. Mas isso vem com o tempo, se você mora no Brasil sua dificuldade de ler em inglês sempre será maior do que alguém que vive imergido no mundo onde tudo é em inglês. Eu me preocuparia em aprender bem estas dicas que te dei e colocá-las em prática antes de tentar ler em outras línguas. De forma alguma abandone o estudo, mas tudo leva tempo. Estou estudando a uns dois anos e tenho as mesmas duvidas quando olho para William Lane Craig ou John MacArthur. Estamos juntos nessa jornada evolutiva, amigo.
Espero ter ajudado,
Um forte abraço!

Quer Ter Sua Pergunta Respondida?

Envie-me um email para inboxpensamentocritico@gmail.com e eu responderei sua pergunta em um vídeo ou em um texto.

Aguardo suas dúvidas!

The following two tabs change content below.
Natan de Carvalho é estudante de Teologia e Filosofia na Southeastern Baptist Theological Seminary, na Carolina do Norte. O Catarinense, de Jaraguá do Sul, agora reside em Raleigh, aonde congrega e serve na Crossroads Fellowship Church. Natan também está colaborando na tradução do Logos Bible Software para o Português. Completou o Intensivo Ministerial e Missionário com o minstério Clamor de Media Noche, e também cursou teologia no Instituto Teológico Batista Catarinense.

Latest posts by Natan de Carvalho (see all)

Tags: , , , , , , , ,

  • Lucas Da Silva

    Velho, teus posts que dão auxílio são sempre muito bons. Não tens ideia do quanto me ajudam. Valeu!

    • Obrigado brother! Que Deus te abençoe!

%d blogueiros gostam disto: